Ibür:

O Segredo De Haÿffa

12/06/2020

 

photostudio_1591882980676.png

 

Então, aquela pessoa que viria trazendo, em seu corpo, a faísca de alma que seria dada a mim por Ibür, e que estava destinada a ser a minha Neshamá (Alma Divina), precisava, pela Providência Divina, ter nascido em 1º de T'shri (א ב"תשרי) no lúach hebraico da Torá e que é o segredo de "Bereshit bará Elohim et ha'shamayim... (בְּרֵאשִׁית, בָּרָא אֱלֹהִים, אֵת הַשָּׁמַיִם)" e que, esotéricamente, está declarando "No princípio criou Elohim a Neshamá" já que "ha'shamayim (השמים) - os céus" possui a mesma gematria de Neshamá (נשמה) que é 395.

 

Ao aplicarmos temurá em "Bereshit (בראשית)" ela se torna "Alef b'T'shri (א ב"תשרי) - Em primeiro de T'shri" e que ano em que nasceu a portadora, caiu em 27 de setembro, pessoa cujo nome possui gematria igual a 395, a mesma de Neshamá e céus.

 

E não foi em 27 de setembro de 2014 que alcancei o despertar depois de receber, por Ibür, a faísca de alma que se tornou a minha Neshamá? A centelha do Maharal (מהרל) cuja gematria Mispar Ne'elam é igual a 395? e ESTA É A RAZÃO DE SE DIZER QUE O INDIVIDUO ALCANÇOU OS CÉUS, POIS ELE MERECEU E RECEBEU UMA CENTELHA DA ALMA DIVINA, A NESHAMÁ E ALCANÇOU NaRa'N.

 

Quando ela veio, no dia 13 de novembro de 2013, abriu os lábios e a centelha nela me revelou o seu nome: Haÿffa (חיפה). A gematria Mispar Ha'Achor de Haÿffa é igual a 288 e esta é a mesma de Ibür e a mesma de "Yehudá Loëw Ben Betzalel" que é o nome do Maharal de Praga.

 

Outra perfeita evidência está na gematria Mispar Ne'elam do título "Maharal (מהר"ל)" que é 123 e esta é a mesma do meu nome civil que é Paulo (פאולו) e também a mesma de "Chaim Vital (חיים ויטל).

 

Então, quando falo de evidências, é sobre isso que estou compartilhando, pois o Ibür vem com evidências celestes perfeitas e não achismos... 

 

AUTOR

BËN MÄHREN QADËSH